Unidade das Lojas Americanas em Jaboatão é interditada pelo Procon e gerente é detido

76
Foto: Erik Gondim/Procon Jaboatão

O Procon de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, interditou a unidade das Lojas Americanas localizada no Centro do município, neste sábado (4), por descumprir o decreto estadual de isolamento e fechamento de estabelecimentos para conter a pandemia de coronavírus e abrir as portas. A Polícia Militar informou que o gerente do local foi detido pelo crime de desobediência.

Segundo o coordenador de fiscalização do órgão, Erik Gondim, o responsável pela loja já havia sido alertado que o estabelecimento não se encaixava na lista de atividades essenciais desde o dia 26 de março, quando foi feita outra ação e o local havia sido fechado voluntariamente.

“Sabemos que, em outros estados, há decisões que autorizam a abertura dessas lojas. Ao chegarmos, perguntamos se eles tinham autorização para funcionar e disseram que não. Em virtude de potencial ameaça, a gente solicitou o apoio da força policial”, apontou Gondim.

Em nota, a PM apontou que “deteve o gerente do estabelecimento pelo crime de desobediência, pois a loja estava aberta, não se enquadrando no decreto do governo que regula os estabelecimentos que devem funcionar nesse período de quarentena”.

O homem foi encaminhado para a delegacia e liberado. “Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO)”, apontou o coordenador do Procon. De acordo com Gondim, foi aberto um processo administrativo e o estabelecimento pode ser multado em até R$ 1 milhão.

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o caso foi registrado como uma infração de medida sanitária restritiva e desobediência e que foi lavrado um TCO contra o gerente, de 25 anos de idade.