Decretada prisão preventiva de suspeito de matar sobrinha degolada

53
Foto: (Reprodução/TV Jornal)

O suspeito de matar a sobrinha de oito meses após mantê-la em cárcere privado nessa quinta-feira (26) teve a prisão preventiva decretada após passar por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (27). O caso aconteceu no sítio Taquara de Altinho, em Altinho, no agreste pernambucano.

Em entrevista para a TV Jornal Interior, o delegado Eduardo Sunaga contou que o suspeito provavelmente usou um pedaço de cerâmica para matar a criança. A tia da criança afirmou em entrevista que o irmão dela tomava remédios controlados há cinco anos e nunca teve surtos, mas fazia três dias que ele não tomava o medicamento.

O homem será levado para o presídio de Caruaru, também no agreste.

Relembre o caso

Segundo informações da Polícia Militar, o homem teria chegado alterado na madrugada dessa quinta-feira em casa, se trancou com a bebê dentro do banheiro e não queria abrir a porta. Na manhã da quinta, a família acionou a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Samu para fazer a liberação da menina, mas, quando a polícia entrou na casa, ela já estava morta.

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do Facebook