Quem mora na Zona da Mata Sul de Pernambuco convive com o medo das enchentes sempre que chove. Em 2010, o governo do estado anunciou a construção de cinco barragens para conter as águas dos rios da região e abastecer municípios. Apenas uma ficou pronta, mas funciona como contenção, sem abastecer nenhum município. Com isso, moradores continuam sofrendo sem água.

A dona de casa Maria Alzanete tem 62 anos e já viu três enchentes atingirem o município de Belém de Maria, na Zona da Mata Sul do estado, nos últimos 20 anos. A última cheia ocorreu em 2017, quando as chuvas fizeram o Rio Panelas transbordar e 618 casas foram atingidas, afetando três mil pessoas.

Ela foi uma das moradoras que precisou sair de casa. Na rua onde Maria mora, as casas foram interditadas pela prefeitura. Sem ter para onde ir, muita gente acabou voltando para as residências.