A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) confirmou, na terça-feira (11), o primeiro caso em Pernambuco do Candida auris, “superfungo” resistente a medicamentos responsável por infecções hospitalares. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), há outros dois casos suspeitos em investigação laboratorial.

Os pacientes foram diagnosticados após serem internados no Hospital da Restauração, maior unidade da rede de saúde pública de Pernambuco, localizada no bairro do Derby, na área central do Recife, durante exames de rotina. Segundo a Anvisa, a confirmação representa o terceiro surto de Candida auris no país.

De acordo com a SES-PE, o exame de urina do homem de 38 anos levantou a suspeita e, por isso, a amostra foi encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que confirmou a presença do fungo na segunda (10).

O paciente de 38 anos, que teve resultado laboratorial positivo para Candida auris, deu entrada no HR no dia 21 de novembro, na emergência de traumatologia, e teve alta no dia 30 de dezembro. Foi identificado que, apesar de ter procurado atendimento por outro motivo, homem estava com o fungo.